10 de jun de 2008

Querido Chefe...







Após tantas broncas eu quero informar-lhe formalmente sobre o motivo de eu nunca chegar no horário correto do início do expediente...O motivo é apenas o transporte público em horário de pico.O mesmo transporte que me leva até o local de trabalho, é o mesmo que me incomoda profundamente pela manhã... Por quê?Ah chefe... Toda vez que eu pego o ônibus no horário em que eu deveria pegar, para começo de conversa não dá para pegar, pois as pessoas estão penduradas na porta do lado de fora... Então eu espero até que chegue um ônibus que pelo menos consiga fechar as portas...Caso eu consiga esta façanha, ainda estará no horário em que lá dentro o pessoal não consegue respirar... e este horário é o pior de todos, porque você entra na doce ilusão de que uma hora irá vagar um espaço onde você consiga esticar a perna que já dormiu. Aí você até sente vontade de chorar, mas lembra que não tem espaço para tanto.Chefe, o senhor já andou de ônibus em horário de pico? Se sim, deve se lembrar que sua bunda na verdade nessas horas não pertence ao senhor, e sim faz parte da massa proletária!Chefe, o senhor já foi encoxado no ônibus? Eu não fui encoxada, pelo menos essa semana... Pois tenho o cuidado de chegar atrasada todos os dias ao trabalho.Mesmo assim, ainda passo por algumas situações adversas, como o dia em que eu quase fui agredida por uma velhinha por estar sentada no assento de idosos, me diz chefe... Que culpa eu tenho se a velhinha pintava o cabelo de verde e usava uma camiseta com as inscrições “Sexo é como um jogo de cartas: se você não tiver um bom parceiro, é bom ter uma boa mão” ... Sinceramente chefe, eu jamais daria mais de 60 anos para ela... E outra!! O senhor sabe que eu acordo de mal humor... E não há nada mais desesperador do que bater um papo com o motorista logo pela manhã... Eles conversam sempre sobre o trânsito (que nunca é pouco) é meio chocante quando o motorista diz: ” _ Ah se entrar algum carro na minha frente no corredor de ônibus a menos de 50km/h eu levo embora... é uma pena se tiver família dentro, mas eu não paro não!”Chefe, existem dias em que o motorista não puxa assunto, as velhinhas e o cobrador também não... São aqueles dias em que saio de casa atrasadíssima, quase na hora do almoço, sabe? Então quem me liga querendo conversar? O Senhor Chefe!

3 comentários:

Anônimo disse...

Querida empregada temporária

O que dizer de alguém que tem me ensinado tantas coisas,
Que os sapos são lindos e meigos,
Que pra pescar vacas precisamos usar capim,
Me ensinou que quando ela chega atrasada é culpa minha,
Me ensinou que é possível conviver com uma pessoa que acorda toda dia de mal humor,
Me ensinou ir da irritação pro sorriso em segundos,
E vice-versa rsrs
Me ensinou que quando to liso posso pagar depois,
Me ensinou o quanto as diferenças podem nos servir,
Me ensinou palavrões relaxantes,
Me ensinou quanta sanidade traz uma amizade louca . . .

Ta despedida . . .

De Marchi ॐ disse...

/\
|| Eu não diria melhor! Iron on the doll - como diriam em Conéquiricut.

A Gi Caipira disse ... disse...

Isso é praticamente um complô ...